OU TRABALHA, OU SE FORMA: Cancelamento de turmas na Facene obriga 200 alunos a escolher entre sonho do diploma ou sustento

Cerca de 200 alunos tiveram seus sonhos abortados numa faculdade privada de João Pessoa. Num momento crítico que o país atravessa precisando de profissionais de saúde, 13 turmas dos cursos de enfermagem, odontologia, farmácia, fisioterapia e medicina veterinária foram canceladas pela gestão da faculdade Facene.

De forma abrupta, unilateral e anunciada por email, o fechamento das turmas ocorreu sem levar em consideração a escolha dos alunos, que haviam selecionado de antemão os horários mais adequados para conseguir realizar os cursos. No último dia 13, a faculdade enviou mensagens aos estudantes avisando sobre a exclusão das turmas, porém sem dar mais explicações sobre a decisão. “Comunicamos que no próximo semestre de 2020.2 não será mais ofertada a turma P8 no turno NOITE. A turma no horário da manhã continuará sendo ofertada”, disse em um dos comunicados.

Kleber Amaral, da turma P6 de medicina veterinária, disse que quase todos os alunos não tem outros horários disponíveis. “Os que estudam de noite estão na batalha de dia. Além disso muitos moram em outra cidade”, diz Kleber. A turma tentou entrar em contato com a direção, mas não conseguiram ser atendidos. Kleber diz que o próprio coordenador do curso não foi informado o motivo do cancelamento.

As turmas estão entrando em contato com um advogado para tentar reverter a situação e ainda aguardam uma justificativa por parte da instituição. Kleber adianta que na sua turma todas as pessoas terão que escolher se formar ou trabalhar: “Na minha turma todos pagam mensalidade, precisam trabalhar para pagar a faculdade”.

 

 

 

Mostre mais
Fechar