PADRE DESAPARECIDO: Arquidiocese da Paraíba diz que está acompanhando caso e diz que está ‘unida em oração’

Após o desaparecimento do padre José Gilmar, pároco da paróquia de Santa Terezinha no Bairro do Róger, a Arquidiocese da Paraíba emitiu uma nota.

O padre, que desapareceu por volta de meio dia desta terça-feira (13),  saiu por volta das 11h30 para um velório, mas não chegou ao local do velório. Ele mandou uma mensagem por Whatsapp pedindo socorro para um irmão da igreja.

A Arquidiocese, por meio de seu Arcebispo, clero, religiosos, religiosas e fieis de um modo geral, disse que segue unida em oração para que o caso seja elucidado e o desfecho seja o melhor possível.

O padre estava num veículo Fox Grafite de placa QFP 4874.  Até o momento não há informações do que pode ter acontecido ao sacerdote.

Ver essa foto no Instagram

 

A Arquidiocese acompanha com atenção o caso do desaparecimento do Pe. José Gilmar Moreira, SV, pároco da Paróquia Santa Teresinha, no bairro do Roger, em João Pessoa. . A informação de que se dispõe oficialmente é que o religioso saiu de casa por volta das 11h desta terça-feira, dia 13, para atender a um pedido de oração das exéquias e, desde então, não há informações sobre o seu paradeiro. Desde o fim da tarde de ontem as autoridades policiais estão empenhadas na solução do caso. . A Arquidiocese, por meio de seu Arcebispo, clero, religiosos, religiosas e fieis de um modo geral, segue unida em oração para que o caso seja elucidado e o desfecho seja o melhor possível. . Nos mantenhamos fortes na fé, perseverantes na oração e confiantes no Deus que não nos desampara. . João Pessoa, 14 de outubro de 2020 Arquidiocese da Paraíba

Uma publicação compartilhada por Arquidiocese da Paraíba (@arquipb) em

Mostre mais
Fechar