Polícia diz que tráfico usa foto de Bolsonaro em cocaína para indicar ‘droga de qualidade’

Uma investigação da polícia de São Paulo revelou que fotos do presidente Jair Bolsonaro têm sido utilizadas por traficantes em pinos de cocaína para diferenciar drogas de melhor qualidade na hora da venda. Os agentes alegam que a prática se tornou comum no tráfico de drogas.

De acordo com reportagem de Rogério Gentile, no UOL, um dos traficantes que reproduziu a prática é Rodieri Levi da Silva Cardoso, condenado a cinco anos e dez meses de prisão na semana passada em Lençóis Paulista, no interior de São Paulo.

A polícia encontrou 86 pinos de cocaína em sua casa, sendo que vários deles tinham adesivos com a fotografia de Bolsonaro.

Para um policial que participou da operação, no entanto, a prática não seria utilizada para apontar qualidades divergentes da droga. “Eles usam mais por status”, afirmou à Justiça o agente. Segundo ele, não há diferenciação alguma na qualidade da droga.

Mostre mais
Fechar