Prefeitura de Rio Tinto entrega nova ambulância para atender população da região de Piabuçú

Na manhã desta quarta-feira (14) a Prefeitura de Rio Tinto entregou através da Secretaria de Saúde a terceira ambulância para a zona rural da cidade. A ambulância estará disponível durante as 24 horas do dia para atender a população com uma equipe composta por uma enfermeira, uma técnica de enfermagem e um condutor para o atendimento de casos de urgência e emergência.

A solenidade de entrega aconteceu na Unidade Básica de Saúde da comunidade de Piabuçú e contou com a presença de representantes das comunidades vizinhas, profissionais da equipe estratégica de saúde da família e de coordenadores da Secretaria de Saúde.

Durante sua fala na solenidade, a secretária de saúde – Isabel Rosendo informou que a unidade móvel estará à disposição das comunidades de Piabuçú, Cajarana, Campart, Silva de Belém e Águas Claras, podendo ser acionada através de contato telefônico pelo (83) 99664-6369.

“Essa é a terceira ambulância entregue pela gestão municipal para a zona rural de Rio Tinto. Entregamos uma ambulância para Praia de Campina e região. Entregamos outra ambulância para Taberaba e região, e agora, foi a vez de Piabuçú. Agora, pela primeira vez na história de Rio Tinto, toda nossa zona rural está atendida por este importante instrumento que pode salvar vidas. Pedimos a compreensão da população que ligue apenas para casos de saúde, e que não passe trote”, destacou a secretária de saúde.

A técnica de enfermagem da equipe – Erika Pereira, que é moradora da região, agradeceu a gestão municipal pela conquista da ambulância e falou da importância que ambulância terá para as famílias de Piabuçú e região. “Esse é um momento muito importante para todos nós que sofríamos há anos com a falta de um transporte para conduzir as pessoas que precisavam de um socorro para os Hospitais da região ou de João Pessoa. É importante reconhecermos este avanço em saúde pública”, pontuou Erika.

O presidente da Associação Comunitária de Cajarana, Lindovan Silva, lembrou que por muitos anos quando alguém necessitava de um veículo para ser socorrido para Rio Tinto ou Mamanguape, teria que pagar em carro particular em média de R$ 150 reais para ser transportado. “Agora este sofrimento acabou. Muitas famílias as vezes não tinha condições de pagar um carro particular quando precisava de uma urgência. Agora temos, com dignidade, uma ambulância perto de nós”, comemorou Lindovan.

A agente de saúde da comunidade informou que a ambulância estará à disposição de 1.840 habitantes que compõem as localidades citadas.

Mostre mais
Fechar