PROCESSADO: Bar vai processar cantor que promoveu ‘aglomeração’ no Bessa – ENTENDA

O bar-restaurante Fullano Praia vai processar o cantor de forró Henry Freitas, responsável por promover, nesta segunda-feira (02), um show em frente ao estabelecimento localizado na praia do Bessa, em João Pessoa, com aglomeração e sem uso da máscara.

A sócia-diretora do Fullano, Thâmara Calvacanti, negou que o restaurante tenha cedido o equipamento para realização do evento clandestino sem obediência as regras de combate ao novo coronavírus.

– Ele realmente veio pedir algumas coisas para gente, mas não emprestamos. Ele já está sendo processado, nossos advogados estão entrando com isso – esclareceu.

Thâmara afirmou que tem cobrado fiscalização da Prefeitura de João Pessoa e do Ministério Público acerca das aglomerações em torno do estabelecimento, mas sem sucesso até o momento.

– Estamos trabalhando em relação a isso por vários abusos que o pessoal lá de baixo anda fazendo. Não é apenas aglomeração, o pessoal está usando droga e vários descasos, desrespeito com a família e a população paraibana.

Na última sexta-feira (30), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apontou que João Pessoa é uma das sete capitais do Brasil que apresenta sinal forte de crescimento de casos de Síndrome Respiratória Aguda (SRAG) e de Covid-19.

O aumento de casos fez a Fiocruz recomendar que a capital paraibana suspenda novas medidas de flexibilização, o que não foi atendido pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), que autorizou a realização de eventos a partir desta semana.

Em respeito a Legislação Eleitoral, os comentários estão temporariamente suspensos.

Mostre mais
Fechar