Professora da UEPB pede desculpas após vazamento de gravação em que ataca colegas de instituição e profere injúria racial

Após o vazamento de um áudio em que profere agressões verbais e ofensas com injúria racial contra as vencedoras da consulta nas eleições para a Reitoria da Universidade Estadual da Paraíba, a professora da instituição Francinete Fernandes de Sousa gravou um novo áudio pedindo desculpas. A professora se disse arrependida dos seus atos inclusive pelo fato de também ser negra “me envergonho, sou negra e luto pela causa”.

“Eu tinha aquilo guardado dentro de mim. Mas da forma que eu disse revela que eu tenho que fazer uma reflexão muito grande sobre as minhas palavras, o meu sentimento é de indignação. Eu combato o tempo todo o preconceito, mas a gente vê que diz muitas bobagens…. Peço desculpas as duas e a Universidade pelo ocorrido. Isso foi um momento de desabado pois estava empenhada na posição política. Se esse áudio circulou, que vocês façam circular essa minha retratação”, destacou.

Mostre mais
Fechar