“Só atividades essenciais”, relembra secretário sobre sistema de bandeiras para CG e Cabedelo

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, reiterou a recomendação do Ministério Público do Estado que recomendou às prefeituras de Campina Grande e Cabedelo a manterem o isolamento mais rígido devido à bandeira laranja em vigência nos dois municípios. A cor quer dizer somente uma coisa: ambos ainda não estão prontos para abrir as portas do comércio. “Nessas situações de bandeira laranja só devem funcionar atividades essenciais”, disse Medeiros.

Apesar da recomendação, o secretário lembra que cabe aos prefeitos a prerrogativa, já que eles têm autonomia de adotar medidas e se responsabilizar por suas ações, “mas dentro do conceito de bandeiras, a que eles têm, não deveriam adotar essas medidas”.

Na sexta-feira (26), o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), anunciou a reabertura de shoppings e galerias a partir desta segunda-feira (29), porém praças de alimentação, cinemas e salões de jogos permanecem fechados. Seguem fechados na Rainha da Borborema, os bares, restaurantes e academias, após reunião com representantes do Ministério Público.

Em Cabedelo, o prefeito também autorizou a abertura do comércio, mas no final da noite deste domingo foi alertado pelo Ministério Público de que a flexibilização não deveria ocorrer agora, justamente em virtude da classificação de bandeiras.

Mostre mais
Fechar