Tesla de R$ 650 mil explode com 3 dias de uso e pega fogo com dono dentro

Um modelo do sedã Tesla S Plaid, que foi lançado em junho desse ano, explodiu e pegou fogo com o motorista dentro na terça-feira, no estado norte-americano da Pensilvânia (EUA). A informação foi relatada pelo advogado da vítima, Mark Geragos, e o Departamento de Bombeiros de Lower Merion Township.

De acordo com a CNBC, o cliente de Geragos notou um pouco de fumaça saindo da parte traseira do carro, e quando tentou destrancar as portas as fechaduras não corresponderam.

Em seguida, ainda segundo o advogado, ocorreu a explosão e as chamas ganharam proporção enquanto o condutor forçava a porta e o vidro para se salvar. Ele só conseguiu sair do carro após forçar o corpo contra a porta.

Fotos publicadas no Twitter pela defesa do condutor mostram o estado de deterioração em que ficou o veículo, totalmente tomado pelas chamas.

Mark Geragos, representante da advocacia Geragos & Geragos, informou que o motorista não iria se identificar.

Duas equipes de bombeiros trabalharam no local por cerca de três horas até que o incêndio fosse controlado, informou o advogado.

O Tesla S Plaid é comercializado por US$ 130 mil (cerca de R$ 650 mil, na cotação atual) e foi colocado à venda pela empresa do magnata Elon Musk quatro meses depois da data prevista, segundo o Insider.

À época, o milionário disse que o desenvolvimento do veículo envolvia “mais desafios que o esperado” e que “foi necessário um pouco de aprimoramento para garantir que a bateria do carro elétrico fosse segura”.

Segundo a NBC News, um carro elétrico, como é o caso do Tesla S Plaid, exige uma proporção equivalente a 25 mil galões de água para apagar o fogo. Enquanto um carro com motor de combustão pede o proporcional a 300 galões.

A fabricante do veículo foi procurada pelo advogado e deve emitir um posicionamento em breve, conforme relatou a CNBC.

Mostrar mais
Close