Universitária diz que sofre preconceito por ser cristã e denuncia professor por usar bandeira LGBTQ em lives

Ana Paula alega “liberdade de expressão” e diz que sofre preconceito por ser cristã e acusa o professor de “ideologia e doutrinação”

A universitária Ana Paula Andrade Cruz, que cursa o 8º período do curso de Psicologia da UNIVALI, em Itajaí, SC, denunciou um professor à universidade por ele ter uma bandeira LGBTQIA+ em casa.

A bandeira aparece às vezes ao fundo em aulas pela internet.

Ana Paula alega “liberdade de expressão” e diz que sofre preconceito por ser cristã e acusa o professor de “ideologia e doutrinação”: “Bem-vindo às instituições de ensino onde eles podem militar por absolutamente tudo e você tem que se calar. Pense bem onde vai colocar seu filho”, diz um story compartilhado por ela.

O professor retirou a bandeira LGBTQIA+ que tinha em sua própria casa e as vezes aparecia ao fundo durante suas aulas via EAD. Não se sabe ainda se foi a pedido da Universidade ou pelo constrangimento imposto pela aluna.

 

Mostre mais
Fechar