Vereadores da Câmara de Santa Rita envolvidos na Operação Natal Luz são alvo de nova ação judicial

Um procedimento preparatório em desfavor dos vereadores da Câmara Municipal de Santa Rita que foram presos na Operação Natal Luz tramita atualmente na Promotoria de Justiça de Santa Rita. A Operação Natal Luz foi deflagrada pela Delegacia especializada de repressão ao crime organizado (Draco), na pessoa do Dr. Allan Murilo Terruel.

Após as prisões o Ministério Público do Estado da Paraíba, por intermédio da Promotora de Justiça de Defesa do Patrimônio Público deste Município, ao recepcionar a documentação que instruiu a denúncia formalizada pelo causídico Dr. João Alves, advogado na cidade de Santa Rita em atenção a vasta documentação apresentada pelo advogado denunciante, apontando ilegalidades no pagamento de diárias aos vereadores da Câmara Municipal de Santa Rita, quando da suposta participação de eventos em várias cidades de outros estados, determinou a instauração de procedimento preparatório para apurar os fatos em toda sua magnitude.

O procedimento teve movimentações e juntadas de documentos. Desta feita, depois de instruído, deverá ser transformado em ação civil pública, bem como, também, em procedimento criminal em desfavor dos vereadores que viajaram para Gramado, tudo relacionado a Operação Natal Luz deflagrada pela Delegacia especializada de repressão ao crime organizado (Draco), na pessoa do Dr. Allan Murilo Terruel.

Mostre mais
Fechar