Veterinária que tomou 3ª dose de vacina contra covid é alvo do Ministério Público

A veterinária Jussara Sonner será investigada pelo Ministério Público Estadual por suspeita de ter tomado três doses da vacina contra a covid-19. Ela disse ter burlado o sistema de vacinação na grande São Paulo, sendo vacinada em fevereiro e março, na UBS Vila Fátima. Depois, em Guarulhos, onde teria tomado a dose única da Janssen na UBS Uirapuru, na quarta-feira (30), por vontade própria.

Sonner não teve medo de esconder a “trapaça” e publicou os comprovantes das três doses, declarando que tomou a terceira dose para se sentir “mais protegida e viajar para onde quiser”.

Ministério Público
“Sei que nenhuma vacina é totalmente segura porque não houve tempo para a realização de testes. Mas como no início do ano tomei a vacina estava bastante incomodada com isso. Esperei o tempo necessário – 3 meses- e hoje consegui tomar a Janssen. Me sinto mais protegida e com dose única estou liberada para viajar para onde quiser”, escreveu.

A veterinária foi questionada sobre como tinha conseguido a terceira dose. Ela respondeu afirmando que foi até uma Unidade Básica de Saúde (UBS), que segundo ela, estava operando sem computadores. Dessa maneira, não foi possível que o atendimento verificasse se o nome de Jussara Sonner já constava como imunizada contra a covid-19 no sistema de vacinação. “Anotaram meu nome em uma folha timbrada, quando cair no sistema já será tarde”, relatou.

A Prefeitura de Guarulhos informou, em nota à imprensa, que “tomou conhecimento nesta manhã das postagens da médica veterinária e imediatamente determinou que o caso fosse enviado ao Ministério Público Estadual para que ela seja investigada”.

Já a Secretaria Municipal da Saúde revela ter aberto procedimento interno para apurar a falha no sistema da UBS. A prefeitura se manifestou ainda por meio da Secretaria da Justiça e Cidadania, que declarou estar apurando o assunto por meio da Comissão Especial Integrada.

Mostrar mais
Close